Muito antes da indústria cosmética o desejo de colorir os lábios para reforçar a feminilidade e construir uma imagem mais poderosa fazia com que elementos da natureza fossem descobertos para trazer nuances avermelhadas aos lábios, o que por muito tempo foi tido como sinônimo de extrema ousadia, praticado somente por aquelas personagens que estavam muito à frente do seu tempo e faziam questão de mostrar ao mundo o seu verdadeiro lugar.

Após firmar-se como um acessório, o batom, ainda produzido com elementos naturais, como ceras e tintas vegetais, passou a ser utilizado pelas mulheres da alta classe do Egito, popularizando-se séculos depois na Inglaterra durante o reinado da Rainha Elizabeth, mas sendo associado a grupos marginalizados como atrizes e prostitutas algum tempo depois, o que permitiu sua popularização somente após a Primeira Guerra Mundial quando ainda era utilizado com muita cautela.

Com a evolução da indústria cosmética as formulações já apresentavam o aspecto que conhecemos hoje e os editoriais de moda em meados de 1920 fizeram com que o uso do batom fosse definitivamente agregado ao dia a dia das mulheres, o tornando o objeto de desejo mais encontrado em 10 de cada 10 necessaires no mundo inteiro.

Não há como negar que este produto é realmente incrível e a infinidade de acabamentos, texturas e tonalidades existentes possibilita que haja sempre pelo menos um que traduza a personalidade, força ou simplesmente seja aquele toque final no look de qualquer mulher.

E se a ideia é atender à rotina dos dias de hoje, as marcas precisam se atentar não só no upgrade das formulações, mas também nos formatos diferenciados que trazem praticidade para o dia a dia, como a opção em caneta, lançada recentemente no mercado que tem feito a cabeça das consumidoras de todas as faixas etárias pela sua facilidade de transporte e utilização.

Veja também

Spray de Ácido Hialurônico com Vitamina C

Lançamento do spray exclusivo e poderoso com efeito lifting nas rugas, sulcos e linhas de …